Assim como Weintraub, ex-chanceler do Brasil critica Centrão

-

- PUBLICIDADE -

Ex-ministros do governo do presidente Jair Bolsonaro não estão nada satisfeitos com a aproximação cada vez maior do governo federal com o bloco político conhecido como Centrão.

Em uma série de mensagens na rede social Twitter, o ex-chanceler Ernesto Araújo criticou o ataque contra a estátua do bandeirante Borba Gato, em São Paulo, por extremistas de esquerda no último sábado (24).

Em seguida, Araújo disse que o “Centrão e o isentismo que dominam as instituições e a mídia parecem confortáveis e coniventes com tudo isso”.

O ex-chefe do Itamaraty acrescentou que os membros do Centrão “não têm coragem nem sequer interesse em defender a liberdade”.

Quem luta hoje pelos valores do povo brasileiro?”, finalizou Ernesto Araújo, em uma clara indireta ao chefe do Executivo.

O comentário do ex-chanceler está em sintonia com o do ex-ministro da Educação, Abraham Weintraub.

Como noticiou o Brasil 2022, Weintraub usou as redes sociais para alfinetar Bolsonaro, que, recentemente, declarou que faz parte do Centrão.

- PUBLICIDADE -

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

‘Sou uma pessoa política’, diz Luiza Trajano

"Não sou candidata a nada, mas sou uma pessoa política", diz Luiza Trajano.

Saúde investirá R$ 14 milhões para qualificar atendimentos de urgência

Governo federal cria programa SOS de Ponta.

Brasil cria autoridade de segurança nuclear

Governo sanciona lei que cria autoridade de segurança nuclear.

São Paulo desativa barreiras sanitárias em aeroporto e terminais de ônibus

Medida ocorre devido à estabilização do número de casos de Covid-19.
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -

NotíciasRELACIONADAS
Você também pode gostar...