Bolsonaro atribui compra da Covaxin a Randolfe

-

- PUBLICIDADE -

O presidente Jair Bolsonaro acusou o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) de “negociar” a compra de 20 milhões da vacina Covaxin sem licitação”.

Em mensagem publicada nas redes sociais, nesta segunda-feira (19), Bolsonaro exibiu o trecho de um vídeo gravado pelo senador em 5 de abril. 

Na legenda do vídeo, o chefe do Executivo escreveu:

“Olha quem queria comprar a Covaxin sem licitação e sem a certificação da Anvisa. O Sen Randolfe negociou, em 05/abril/2021, até mesmo a quantidade de vacinas: 20 milhões.”

E acrescentou:

“Randolfe, Omar e Renildo Calheiros (irmão de Renan), via emendas, tudo fizeram para que governadores e prefeitos pudessem comprar as vacinas a qualquer preço, com o Presidente da República pagando a conta, obviamente.”

Bolsonaro completou:

“Com planos frustrados restou ao G-7 da CPI acusar ao Governo do que eles tentaram fazer.”

Confira a publicação original do presidente Jair Bolsonaro no Twitter.

- PUBLICIDADE -

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

‘Sou uma pessoa política’, diz Luiza Trajano

"Não sou candidata a nada, mas sou uma pessoa política", diz Luiza Trajano.

Saúde investirá R$ 14 milhões para qualificar atendimentos de urgência

Governo federal cria programa SOS de Ponta.

Brasil cria autoridade de segurança nuclear

Governo sanciona lei que cria autoridade de segurança nuclear.

São Paulo desativa barreiras sanitárias em aeroporto e terminais de ônibus

Medida ocorre devido à estabilização do número de casos de Covid-19.
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -

NotíciasRELACIONADAS
Você também pode gostar...