CPI da Pandemia e das Fake News formalizam parceria

-

- PUBLICIDADE -

A partir do mês de agosto, a CPI da Pandemia passará a ter a colaboração técnica da CPMI das Fake News

A intenção é investigar uma possível rede de disseminação de notícias falsas sobre temas como a eficácia das vacinas contra o novo coronavírus e a existência de tratamentos precoces

A parceria é fruto de requerimento do senador Renan Calheiros (MDB-AL).

No texto, que foi aprovado em 15 de julho, Calheiros destaca a “notória especialização” da equipe da CPMI em averiguar as ações relacionadas às fake news no território brasileiro.

O senador ressalta que já requereu da CPMI das Fake News o compartilhamento de dados relativos à temática do combate ao coronavírus e afirma que essas  informações deverão ser inseridas em seu relatório. 

É importante apurar o alcance dessas notícias. Práticas com o claro objetivo de tornar o ambiente profícuo à disseminação de uma determinada ideologia política visando a sua hegemonia, bem como para o atingimento de outros objetivos ilícitos, inclusive de caráter econômico e financeiro”, argumenta Renan na justificativa de seu requerimento.

- PUBLICIDADE -

Comentários

2 COMENTÁRIOS

  1. “Práticas com o claro objetivo de tornar o ambiente profícuo à disseminação de uma determinada ideologia política visando a sua hegemonia”

    Os metralhas no seu melhor não conseguem senão o pior. O processo está a desvendar que #BolsonaroTemRazão

    Obviamente que o Presidente só tem uma arma é o POVO. O exército não garante tudo para a razão. O POVO sim.

  2. ” CPI a tentar tornar o ambiente profícuo à disseminação de uma determinada ideologia política visando a sua hegemonia”

    Os metralhas no seu melhor não conseguem senão o pior. O processo está a desvendar que #BolsonaroTemRazão

    Obviamente que o Presidente só tem uma arma é o POVO. O exército não garante tudo para a razão. O POVO sim.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

‘Sou uma pessoa política’, diz Luiza Trajano

"Não sou candidata a nada, mas sou uma pessoa política", diz Luiza Trajano.

Saúde investirá R$ 14 milhões para qualificar atendimentos de urgência

Governo federal cria programa SOS de Ponta.

Brasil cria autoridade de segurança nuclear

Governo sanciona lei que cria autoridade de segurança nuclear.

São Paulo desativa barreiras sanitárias em aeroporto e terminais de ônibus

Medida ocorre devido à estabilização do número de casos de Covid-19.
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -

NotíciasRELACIONADAS
Você também pode gostar...