‘CPI está muito próxima de Bolsonaro’, diz senador

Senador fala em “ação de boicote deliberado” de Bolsonaro contra a vacina.

-

- PUBLICIDADE -

O senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE) considera que as investigações da CPI da Pandemia apontam para a responsabilidade do presidente da República, Jair Bolsonaro.

Vieira disse ao site Congresso em Foco que está cada vez mais claro que quem dava a palavra final nas decisões do Ministério da Saúde era o chefe do Executivo. 

Saiba mais detalhes.

  • A recusa de investimento ou de garantia de compra, as várias declarações contra a vacina, tudo isso caracteriza uma ação de boicote deliberado“, disse Vieira.
  • A CPI está muito próxima de Bolsonaro. Temos um quadro de falta de ação em alguns pontos e de ações equivocadas em outros que apontam diretamente para Bolsonaro. É preciso que a CPI avance para termos uma convicção mais firme“, acrescentou o senador.
  • Delegado da Polícia Civil por 17 anos, o senador, que é suplente da comissão, tem participado ativamente da CPI.
  • Vieira afirma que as investigações podem levar Bolsonaro a tribunais internacionais de direitos humanos caso seja caracterizado o crime de genocídio e que as conclusões poderão ser usadas, por terceiros, para pedir o impeachment.
- PUBLICIDADE -

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

‘Sou uma pessoa política’, diz Luiza Trajano

"Não sou candidata a nada, mas sou uma pessoa política", diz Luiza Trajano.

Saúde investirá R$ 14 milhões para qualificar atendimentos de urgência

Governo federal cria programa SOS de Ponta.

Brasil cria autoridade de segurança nuclear

Governo sanciona lei que cria autoridade de segurança nuclear.

São Paulo desativa barreiras sanitárias em aeroporto e terminais de ônibus

Medida ocorre devido à estabilização do número de casos de Covid-19.
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -

NotíciasRELACIONADAS
Você também pode gostar...