Inscrições abertas para 590 vagas em mestrado em Letras

-

- PUBLICIDADE -

O período para inscrições para o Programa de Mestrado Profissional em Letras em Rede Nacional (ProfLetras) está aberto desde segunda-feira, 27 de setembro.

Professores de Língua Portuguesa atuantes em sala de aula no ensino fundamental na rede pública têm até as 23h59 de 24 de outubro para preencher formulário e concorrer a uma das 590 vagas, sendo até 30% com bolsas da CAPES.

Todo o processo seletivo será remoto, com o resultado previsto para 22 de dezembro. As aulas têm início em 2022.

O programa abrange as cinco regiões do Brasil. Quarenta e duas instituições, de 19 estados, oferecem o curso, que é realizado de forma semipresencial.

No site do Núcleo Permanente de Concursos da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), que coordena o ProfLetras, estão disponíveis o edital e um calendário para os candidatos.

O ProfLetras é um dos Programas de Mestrado Profissional para Professores da Educação Básica (ProEB), da CAPES. O curso serve para capacitar professores de Língua Portuguesa graduados em Letras e atuantes em salas de aula do ensino fundamental para, assim, contribuir para a melhoria da educação do País.

O ProEB segue as diretrizes estabelecidas pelo Ministério da Educação (MEC) para a formação continuada stricto sensu de professores ativos, além de apoiar instituições de ensino superior e a rede de instituições associadas. Criado em 2009, conta atualmente com 12 programas de pós-graduação em mestrado profissional e está presente em 317 unidades de ensino de todo o País. Ao longo desses 12 anos, a iniciativa já somou cerca de 15 mil matriculados.

- PUBLICIDADE -

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

‘Sou uma pessoa política’, diz Luiza Trajano

"Não sou candidata a nada, mas sou uma pessoa política", diz Luiza Trajano.

Saúde investirá R$ 14 milhões para qualificar atendimentos de urgência

Governo federal cria programa SOS de Ponta.

Brasil cria autoridade de segurança nuclear

Governo sanciona lei que cria autoridade de segurança nuclear.

São Paulo desativa barreiras sanitárias em aeroporto e terminais de ônibus

Medida ocorre devido à estabilização do número de casos de Covid-19.
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -

NotíciasRELACIONADAS
Você também pode gostar...