Joice Hasselmann diz ter sido vítima de um ‘atentado’

-

- PUBLICIDADE -

Com fraturas pelo corpo, a deputada federal Joice Hasselmann (PSL-SP) acionou a Polícia Legislativa e acredita ter sito vítima de um “atentado“.

A jornalista Bela Megale, em reportagem no O Globo, nesta quinta-feira (22), informou:

“A última lembrança que a deputada federal tem da noite de sábado é a de estar em sua cama, no apartamento funcional onde vive, em Brasília.”

Megale acrescentou:

“Depois, o que veio pela frente foi um lapso de memória de aproximadamente sete horas. Quando retomou os sentidos, a deputada disse ter acordado em meio a uma poça de sangue no chão de seu closet, com cinco fraturas no rosto e uma na costela. Estava ainda com um dente quebrado e queixo cortado.”

Em conversa com a jornalista, Joice afirmou que acredita que foi vítima de um “atentado”:

“Acordei em uma poça de sangue sem saber quanto tempo fiquei desacordada. A hipótese que eu mais acredito é que sofri um atentado.”

O neurocirurgião Daniel França, marido de Joice, foi quem a socorreu. A jornalista prosseguiu:

“A deputada ligou para o celular do marido às 7 horas da manhã, porque não conseguia se levantar. Ele dormia em outro quarto da casa. Joice diz que o casal costuma dormir separado porque o marido tem problemas com ronco. A parlamentar afirma que França a levou para o quarto, fez curativos e ministrou os remédios.”

A deputada ainda gravou um vídeo pra apresentar as lesões. Confira abaixo.

- PUBLICIDADE -

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

‘Sou uma pessoa política’, diz Luiza Trajano

"Não sou candidata a nada, mas sou uma pessoa política", diz Luiza Trajano.

Saúde investirá R$ 14 milhões para qualificar atendimentos de urgência

Governo federal cria programa SOS de Ponta.

Brasil cria autoridade de segurança nuclear

Governo sanciona lei que cria autoridade de segurança nuclear.

São Paulo desativa barreiras sanitárias em aeroporto e terminais de ônibus

Medida ocorre devido à estabilização do número de casos de Covid-19.
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -

NotíciasRELACIONADAS
Você também pode gostar...