A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), vinculada ao Ministério da Educação, e o Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos iniciaram, nesta quinta-feira (14), o seminário Marco Zero.

O evento tem o objetivo de apresentar os seis projetos aprovados por meio de edital da Capes, voltados a investigações científicas relacionadas à família.

Os seis trabalhos selecionados têm, como áreas temáticas:

  • políticas familiares;
  • dinâmica demográfica e família;
  • equilíbrio trabalho-família;
  • tecnologia e relações familiares;
  • saúde mental nas relações familiares;
  • projeção econômica das famílias.

O ministro da Educação, Milton Ribeiro, disse que a iniciativa pretende ajudar o governo na busca pela “valorização da família tradicional” brasileira.

A Capes tem um objetivo, que é aproximar a ciência dos temas de pesquisas relativos à família. Colocamos a família sob a ótica da ciência e sob o crivo do microscópio. Vamos olhar como ciência. Vale a pena, já que essa tem sido a única linguagem que algumas figuras que são contra o estabelecimento e os valores da família entendem. Então vamos colocar a família sob a ótica da ciência e pesá-la com uma balança científica para que a gente tenha respostas que talvez consigam convencer alguns que estão longe dos objetivos maiores da família tradicional”, disse o ministro da Educação durante a abertura do seminário.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui