PF mira atuação de lobistas no DNIT

-

- PUBLICIDADE -

A Polícia Federal (PF) deflagrou, nesta terça-feira (24), uma operação que apura suposta atuação de lobistas que favoreciam uma empresa operadora de portos secos no âmbito do DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes).

Na ação, batizada de “Daia“, os agentes da PF cumpriram 14 mandados de busca e apreensão, em Goiás, Tocantins, São Paulo e no Distrito Federal.

Em nota à imprensa, a PF explicou:

“Para superar essas dificuldades, a empresa contratou lobistas para viabilizar a aquisição de um terreno do DNIT situado no Daia (Distrito Agroindustrial de Anápolis) por um preço bem abaixo do valor de mercado.”

A Justiça Federal também determinou o bloqueio de valores nas contas dos investigados, além do afastamento de servidores públicos de suas funções.

Segundo as autoridades, as investigações apontam que, desde que venceu a licitação promovida pela Receita Federal para exploração do Porto Seco de Anápolis, em Goiás, a empresa enfrentou problemas na fase de habilitação em relação ao terreno apresentado por ela para a construção.

Ainda de acordo com a PF, os lobistas utilizaram-se do pagamento de propina para arregimentar servidores do DNIT, que passaram a cuidar dos interesses da empresa junto à autarquia. 

Procurado pelo portal UOL, o DNIT informou que colabora com a investigação, visando a completa elucidação dos fatos:

“O Departamento está em permanente contato com os órgãos de controle e reafirma que pauta sua atuação dentro da legalidade e lisura, respeitando todos os princípios éticos da administração pública.”

- PUBLICIDADE -

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

‘Sou uma pessoa política’, diz Luiza Trajano

"Não sou candidata a nada, mas sou uma pessoa política", diz Luiza Trajano.

Saúde investirá R$ 14 milhões para qualificar atendimentos de urgência

Governo federal cria programa SOS de Ponta.

Brasil cria autoridade de segurança nuclear

Governo sanciona lei que cria autoridade de segurança nuclear.

São Paulo desativa barreiras sanitárias em aeroporto e terminais de ônibus

Medida ocorre devido à estabilização do número de casos de Covid-19.
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -

NotíciasRELACIONADAS
Você também pode gostar...