Prazo para escolha de obras didáticas para a educação infantil

-

- PUBLICIDADE -

Professores, coordenadores pedagógicos e diretores de escolas públicas de educação infantil já podem escolher as obras didáticas e pedagógicas do Programa Nacional do Livro e do Material Didático (PNLD 2022). 

Os gestores escolares têm até dia 30 de agosto para registrar as opções mais adequadas ao projeto de ensino de cada unidade de ensino no sistema PDDE Interativo/Simec.

Devem ser selecionados materiais didáticos para estudantes e professores da educação infantil, além de obras pedagógicas para o corpo docente da pré-escola. 

Para auxiliar na escolha, está disponível no portal eletrônico do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) o Guia do PNLD 2022, que contém resenhas das obras que integram o programa.

Caso a unidade opte por não utilizar qualquer uma das opções ofertadas, é obrigatório o registro de que não deseja receber o material. Sem isso, será enviado um dos títulos disponíveis de cada opção para todo o alunado. 

Também é necessária a inclusão da ata de reunião da escolha no sistema PDDE Interativo/Simec, demonstrando que o registro é resultado de uma decisão coletiva do corpo docente.

As escolas também precisam informar ao FNDE sobre visitas de representantes de editoras para divulgação de material do programa. Esse procedimento é vedado durante o período de escolha. Mais informações estão disponíveis no portal do FNDE. 

- PUBLICIDADE -

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

‘Sou uma pessoa política’, diz Luiza Trajano

"Não sou candidata a nada, mas sou uma pessoa política", diz Luiza Trajano.

Saúde investirá R$ 14 milhões para qualificar atendimentos de urgência

Governo federal cria programa SOS de Ponta.

Brasil cria autoridade de segurança nuclear

Governo sanciona lei que cria autoridade de segurança nuclear.

São Paulo desativa barreiras sanitárias em aeroporto e terminais de ônibus

Medida ocorre devido à estabilização do número de casos de Covid-19.
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -

NotíciasRELACIONADAS
Você também pode gostar...