Presidente do PTB chama embaixador da China de ‘vagabundo’

-

- PUBLICIDADE -

O presidente nacional do PTB, ex-deputado Roberto Jefferson, disparou, nesta quinta-feira (22), contra Yang Wanming, embaixador da China no Brasil.

Em um vídeo que circula nas redes sociais, Jefferson chama Wanming repetidas vezes de “macaco”.

Esse chinês malandro que tá aí na Embaixada da China tem que ir embora, presidente tem que mandá-lo embora”, discursa Jefferson.

Só sobre o nosso cadáver que vão implantar aqui um regime ateu, marxista, comunista, onde um palhaço, macaco, um realejo que repete dogmas de Marx como esse embaixador da China, dá ordens às pessoas”, acrescenta ele. 

Eu não me ajoelho a esse macaco chinês”, conclui Roberto Jefferson. Confira abaixo.

O vídeo parece ter sido filmado em um estande de tiro, com o barulho de disparos ao fundo e uma bandeira brasileira colada na parede às suas costas.

Nesta quarta-feira (21), em mensagem publicada na rede social Twitter, Jefferson classificou o diplomata chinês como um “vagabundo”.

Pilantra que já articula contra o governo [brasileiro] faz um bom tempo”, acrescentou o ex-parlamentar.

- PUBLICIDADE -

Comentários

1 COMENTÁRIO

  1. Deveria expulsar rsfe psicopata assassino e comunista, estes ratos chineses tem qje ser expulsis da nossa nação, não queremos estes lixos assassinos aqui, eles estão de olhos arregalados em nossa nação, desejam comprar a nossa terra e nos escravizar, estes malditos!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

‘Sou uma pessoa política’, diz Luiza Trajano

"Não sou candidata a nada, mas sou uma pessoa política", diz Luiza Trajano.

Saúde investirá R$ 14 milhões para qualificar atendimentos de urgência

Governo federal cria programa SOS de Ponta.

Brasil cria autoridade de segurança nuclear

Governo sanciona lei que cria autoridade de segurança nuclear.

São Paulo desativa barreiras sanitárias em aeroporto e terminais de ônibus

Medida ocorre devido à estabilização do número de casos de Covid-19.
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -

NotíciasRELACIONADAS
Você também pode gostar...