Vice da Câmara ironiza: ‘presidente não manda nada’

-

- PUBLICIDADE -

O vice-presidente da Câmara, deputado Marcelo Ramos, vem se apresentando como um dos principais críticos no Congresso Nacional da proposta de mudança no sistema político do Brasil.

Ramos comentou, nesta quarta-feira (21), sobre a mudança que o presidente Jair Bolsonaro pretende fazer em seus ministérios.

Em mensagem no Twitter, Ramos insinuou que Bolsonaro “não manda nada” e aproveitou para criticar a possível adoção do semipresidencialismo no país:

“Orçamento terceirizado. Cargos terceirizados. Governo terceirizado. Pra que semipresidencialismo se o presidente já não manda nada?”

Na última segunda-feira (19), conforme noticiado pelo Brasil 2022, Ramos disse que a mudança do sistema de governo no Brasil é “inoportuna”:

“Para mim, é um debate absolutamente inoportuno. O Brasil tem uma tradição presidencialista, nossas instituições estão se aperfeiçoando. A despeito da democracia brasileira ser uma democracia muito nova, ela é uma democracia em consolidação.” 

- PUBLICIDADE -

Comentários

1 COMENTÁRIO

  1. O vice da Câmara tem razão.
    O regime brasileiro segundo a constituição é presidencialista e isso não impediu o PT, PSDB e outros de terem tentado um regime totalitarista. O Presidente já não manda nada. E quem decidiu assim? Vamos ver o que acontecerá já a seguir se anularem o veto que o Presidente vai accionar para anular o criminoso fundo eleitoral….
    Lugar dos bandidos é na cadeia sem direito aos fundos do erário público.
    Rodrigo Maia e e restantes inúteis das fileiras da ganância são nada perante um manifesto popular da vontade Nacional…
    Bolsonaro é a grande opção e ponto final.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

‘Sou uma pessoa política’, diz Luiza Trajano

"Não sou candidata a nada, mas sou uma pessoa política", diz Luiza Trajano.

Saúde investirá R$ 14 milhões para qualificar atendimentos de urgência

Governo federal cria programa SOS de Ponta.

Brasil cria autoridade de segurança nuclear

Governo sanciona lei que cria autoridade de segurança nuclear.

São Paulo desativa barreiras sanitárias em aeroporto e terminais de ônibus

Medida ocorre devido à estabilização do número de casos de Covid-19.
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -

NotíciasRELACIONADAS
Você também pode gostar...